Meu novo brinquedo: o Motorola Milestone e o Ubuntu

otavio publicou em 11/02, 00:45 hs , e editou pela última vez há mais de 8 anos atrás.

Bom, como eu já havia falado, o Motorola Milestone (conhecido também como Droid lá fora) estava na minha wish list. Estava, porque já fazem 2 semanas que estou curtindo o meu.

A impressão é a melhor possível: rápido, funcional (garantido pela versão 2.0 do Android), com suporte do fabricante (a Motorola já está liberando a versão 2.1) e, o melhor de tudo: com uma bateria que dura. Sim, ao contrário das 10h de stand by do Samsung Galaxy que eu tinha.

O mais incrível é que, mesmo com um processador muito superior e muito mais memória RAM, o Milestone é vendido no Brasil pelo mesmo preço do Galaxy. Aquela frase: “para leigos, qualquer tecnologia suficientemente avançada é indiscernível da mágica” é muito válida, principalmente no Brasil.

“E o Ubuntu nessa história?”, alguém vai me perguntar? Bom, a tarefa aqui é fazer o adb funcionar no Ubuntu.

Da mesma forma como eu havia feito no Galaxy, o trabalho aqui é criar uma regra (rule) udev.

Eu usei na versão 9.10, mas o procedimento eu já havia usado no Galaxy com a 8.10 e a 9.04. Vamos direto ao ponto:

Primeiro, conecte seu aparelho a uma porta USB. Aqui considero que você já instalou a SDK do Android na versão 2 e já com a função de debug do aparelho ativada (para isso, vá em Configurações | Aplicativos | Desenvolvimento e marque Depuração USB).

Em seguida, vamos a um passo a passo:

1) Vendo como a USB do seu Motorola está sendo reconhecida pelo seu computador (esse passo não é necessário, apenas verifica que a conexão USB está funcionando de maneira apropriada)

$ sudo lsusb | grep Motorola
Bus 002 Device 006: ID *22b8*:41db Motorola PCS

Aqui vemos que 22b8 é o ID do vendedor e 41db é o ID do produto. Na verdade, 41db só aparece se estiver no modo debug do aparelho. Se não estiver em debug, aparecerá 41d9 como ID do produto.

2) Adicione a regra udev

$ echo SUBSYSTEMS=="usb", ATTRS{idVendor}=="22b8", MODE="0666" | sudo tee /etc/udev/rules.d/40-android.rules

3) Reinicie seu udev (um detalhe, nunca consegui implementar a regra sem reiniciar o computador, mas seria assim, em teoria):

$ sudo service udev restart

4) Após o reinicio do udev (ou do sistema operacional, como eu fiz):

$ cd DIRETORIO_DO_ANDROID_SDK/tools
$ ./adb shell

NOTA:

Recentemente ao tentar acessar o Motorola por adb no Ubuntu 10.10, fica dando:

?????????? no permisions

Só consigo então acessar pelo root (tem a ver com as permisões do udev, usando:

$ ./adb kill-server
$ ./adb start-server
$ ./adb devices

Pronto, como só o seu Android estará conectado pela usb, ele vai te logar direto no aparelho. Bom uso.

Só uma coisa: não, você não precisa do adb para colocar imagens, vídeos ou música no seu cartão de memória. Eu uso isso só para ver o log (se alguma aplicação está dando problema) ou para dar uma monitorada no aparelho. Em suma, uso para me divertir (meio geek isso, não?). Para entender um pouco mais para que serve o adb, clique aqui

if(typeof jQuery == 'undefined'){ document.write("